1.png
IPAM BLOG

13/11/2020

Em equipa que perde ninguém se mexe


Comecemos este artigo sobre CYA com um pequeno teste de resposta rápida. Se, por acaso, não sabe o que quer dizer esta abreviação, não se preocupe. A explicação vem logo de seguida.

pexels-daria-shevtsova-1560932 (1)

Ora vamos lá então: com qual destas afirmações se identifica?

1. Tenho um projeto / tarefa em mãos que não avança por razões burocráticas.

2. Estou à espera de uma autorização / revisão para avançar com um projeto / ideia.

3. Tenho uma média de 3 reuniões por dia.

4. Mais de 50% do meu tempo de trabalho é passado a responder a emails.

5. Passo mais tempo a resolver os problemas dos meus colaboradores, do que a concluir as minhas tarefas.

Se respondeu afirmativamente a 3 ou mais destas questões, então sabe perfeitamente o que é a estratégia CYA (pode não saber exatamente o que quer dizer, mas experiencia-a no seu dia a dia).

O contexto pandémico que vivemos, ajuda a perceber um pouco melhor o assunto. E antes de continuar a ler, ponha já a máscara porque, sim, trata-se de um vírus!

Mais concretamente do tipo "Cover-Your-Ass". É extremamente contagioso e tem um potencial mortal enorme quando se espalha no seio empresarial, aniquilando líderes e trabalhadores que se perdem em tarefas e projetos inacabados para sempre.

Excerto do artigo de opinião de André Fontes, professor no IPAM, para o Jornal de Negócios. Aceda ao artigo completo aqui.

 

 

VOLTAR <<


AGENDA

Conheça os próximos eventos do IPAM. 

LISBOA  PORTO