1.png
IPAM BLOG

15/10/2021

Quem fala com todos não fala com ninguém


 

Empresas estão perdendo clientes e caindo as taxas de conversão por não personalizar o conteúdo e informações relevantes aos visitantes. 

fspina

 
Não dá pra ter um produto que serve para todo mundo. É preciso ter empatia com o cliente e entender seus gostos e comportamento para ter uma linguagem e mensagem certa, no lugar certo e no momento certo.
 

74% dos profissionais de marketing sabem que a personalização aumenta o envolvimento do cliente. ⠀

Curiosamente, o mesmo estudo destacou que apenas 19% dos profissionais de marketing estão realmente usando a personalização. Via: Econsultancy⠀

Talvez seja bom analisar esses três benefícios da personalização:⠀

1- Personalização aumenta as conversões

2- Personalização melhora a retenção de clientes

3️- A personalização torna seu marketing útil e com entrega de valor

Cada vez a comunicação genérica e ampla não atinge de forma eficiente. Veja as pesquisas:

A pesquisa da Segment constatou que 44% dos consumidores dizem que provavelmente se tornarão compradores recorrentes após uma experiência de compra personalizada com uma empresa específica. 49% dizem que compraram um produto que inicialmente não pretendiam comprar depois de receber uma recomendação personalizada de uma marca. Além disso, 40% dos consumidores dizem que compraram algo mais caro do que o planejado originalmente porque sua experiência foi personalizada.

Pela pesquisa feita pela Evergage com mais de 206 profissionais de marketing digital, 96% dos participantes elogiaram a capacidade da personalização de promover o relacionamento com os clientes e 88% disseram que os ajudou a obter um aumento mensurável nos resultados dos negócios (dos quais 53% relatam um aumento maior que 10%).

E 61% disseram que a personalização os ajudou a obter uma experiência superior do cliente, resultando em 57% desse grupo obtendo maior envolvimento dos visitantes.

Outro estudo destaca os benefícios de personalizar as mensagens dos botões (chamadas de ação ou call to actions), independentemente do canal em questão. A partir da análise de 330.000 CTAs em um período de seis meses, constatou-se que os botões personalizados converteram 202% melhor que as versões padrão.

A tecnologia pode nos ajudar no livro personalização do autor Felipe Spina head of growth do Distrito menciona ferramentas, templates e processo de como personalizar passo a passo o conteúdo e toda jornada do cliente. 

Embora a personalização possa parecer enigmática a princípio, não há dúvida de que fazer ela bem ajuda os consumidores a navegar em um mundo cheio de informação de maneira relevante, útil e, por fim, lucrativa.

Porque Personalização?

Fazer campanhas massificadas, para um grande público, é uma estratégia que tem perdido cada vez mais eficiência em canais diversos, desde os mais tradicionais, como jornal e televisão, até os digitais, como e-mail e redes sociais.

Permitindo pouco foco e cobrando preços altos, esse tipo de campanha vem sendo substituída por estratégias personalizadas, que criam experiências impressionantes para os consumidores.

Personalizar é colocar-se no lugar do outro, ser mais empático em todo o processo de marketing e vendas. É uma preocupação com as pessoas que estão consumindo seu conteúdo e, claro, seus clientes.

Mas não se engane, apesar de parecer complexo no início, Personalização não é aplicável somente para gigantes da tecnologia. Essa estratégia pode ser aproveitada por empresas de vários portes e segmentos. Ao longo do livro Personalização, você verá maneiras de como fazer isso na prática.

Quem fala com todos não fala com ninguém. Personalize! 

CASE: Distrito

No Distrito.me personalizamos a jornada do usuário a partir dos dados que ele preencher no formulário. Se ele indicar que seu perfil é uma Startup, ele vai receber conteúdos focados nas dores de um empreendedor ou funcionário de uma Startup, como receber ou participar de uma rodada de investimento, acertar na contratação de grandes talentos e ajuda na validação do produto no mercado (Product Market Fit).
Se ele preencher que seu perfil é uma grande empresa acima de 200 funcionários, ele vai receber conteúdos focados em inovação corporativa, benchmarking e estudos de mercado. São dores diferentes das dores de uma Startup.

Assim como, se ele preencher que seu perfil é de um investidor, ele vai receber conteúdos que o ajudem nos investimentos-anjo.

Dessa forma, conseguimos ter mais assertividade no conteúdo entregue para as pessoas, e o principal é a entrega de valor para continuar construindo um relacionamento com elas.

Obs.: Além da web, o Distrito também conta com espaços físicos que são totalmente personalizados aos interesses de seu público. 

São hubs de inovação  divididos em unidades, como a Distrito FinTech, focadas em Startups de Finanças, Distrito AdTech, focada em Startups de publicidade e marketing, Distrito RetailTech focada em Startups de varejo, Distrito Spark, focada em Indústria 4.0 e o Distrito InovaHC HealthTech, focado em startups de saúde.

Com as mensagens certas, você transforma visitantes em contatos, relaciona-se de maneira mais assertiva com eles até o momento da compra e continua vendendo para quem já é cliente. 

Grandes empresas já usam essa estratégia. 

McDonalds e Nike anunciaram a aquisição de empresas de inteligência artificial num esforço de conhecer o perfil dos clientes, melhorar a experiência deles nas lojas e, assim, aumentar as vendas. Gigantes como Netflix, Amazon e Spotify foram precursoras desse movimento, abandonando o marketing de massa e se rendendo ao marketing da personalização. A ferramenta já é consenso, tornando-se a grande aliada de empresas de alto crescimento.

Percebendo a deficiência no mercado brasileiro no assunto, Felipe Spina criou uma metodologia e um passo a passo para ajudar as empresas a personalizar a jornada dos clientes. As dicas e orientações podem ser encontradas em seu 3º livro: Personalização – quem fala com todos não fala com ninguém. Personalize seu marketing digital, com lançamento oficial em 06 de Novembro, em Florianópolis (S). “Ao longo da minha carreira percebi que é impossível comunicar-se com todo mundo da mesma forma. É preciso personalizar”, afirma Spina, Head of Growth do Distrito, plataforma de inovação aberta. 

A motivação para o livro veio depois de uma ligação de uma companhia de tv a cabo com a oferta de venda de um plano de telefonia fixa – e o autor sequer tinha um aparelho em casa. 

Após a ligação, Spina não conseguia entender o fato de uma empresa ter ligado para ele para oferecer algo aleatório sem conhecer minimamente seus hábitos. 

Segundo Spina, personalizar o conteúdo é uma forma de mostrar preocupação com o que as pessoas estão consumindo. “É colocar-se no lugar do outro, ser mais empático em todo o processo de marketing e vendas. Não dá pra ter um produto que serve pra todo mundo”, informa o empreendedor.

Quer saber os principais benefícios que você pode esperar ao adotar uma estratégia de personalização na internet?

Compreenda sua audiência

Com a personalização é possível entender melhor quem é o seu público. Você terá à disposição dados demográficos, de comportamento e outros que mostram quem são os seus visitantes. A partir dessa compreensão você consegue identificar as mensagens, o conteúdo, as ofertas, os produtos e serviços que o seu público tende a preferir. São insights valiosos que permitem focar os seus recursos em ações com maiores chances de retorno.

Comunique-se de forma efetiva

A partir das interações que uma pessoa fez em seu site, você coleta informações que serão usadas para mensagens personalizadas. É uma forma de se comunicar-se com mais eficiência e de estreitar laços com o público nos diferentes canais em que sua empresa está presente.

Aumente suas conversões

Você investiu em fazer um site bonito, que funciona muito bem no desktop, adaptado para dispositivos móveis e que é encontrado pelos mecanismos de busca. Talvez também tenha feito anúncios pagos para atrair tráfego. Dezenas, centenas e até milhares de visitantes chegam à página. E o que você faz?  Oferece a todas essas pessoas a mesma versão do seu website e elas saem dele sem converter. E isso é um grande potencial perdido! 

Nutra seus leads e clientes

No marketing, a nutrição consiste em relacionar-se com seus potenciais clientes para conquistar confiança enquanto eles percorrem a jornada de compra. E quando você se comunica com eles de forma assertiva, você é bem-vindo.

Dê atenção especial a quem já é cliente

Quando percebem que uma empresa lhes oferece uma atenção especial, os clientes ficam mais propensos a fazer negócios com uma marca em que confiam, tornando-se defensores da marca.

Otimize suas campanhas

Outro benefício da personalização é a otimização de campanhas. Como você coletou informações valiosas de quem visitou seu site, é possível utilizá-las em campanhas de diversos outros canais tornando-as mais assertivas, desde o engajamento até o custo. 

Filipe Spina, Professor de Social Media do IPAM  Sócio e Head of Growth do Distrito.

Pode solicitar mais informações sobre a Pós-Graduação online em Marketing Digital  aqui.

 

VOLTAR >>


AGENDA

Conheça os próximos eventos do IPAM. 

LISBOA  PORTO