Cooperação versus Competição

  • Início
  • Blog
  • Cooperação versus Competição
Cooperação versus Competição
16 janeiro 2023
Deverá haver um limite entre cooperação versus competição em contextos de ensino ou empresariais? Deverá um subsistir sobre o outro? Ou deverão “cooperar” entre si?

Cooperação versus Competição é um tema amplamente discutido em múltiplos contextos, mas que continua a ser alvo de estudos científicos, tendo em conta que a linha que os separa é muito ténue. Cooperação é definido como um grupo de indivíduos a trabalhar em equipa com vista a um objetivo comum, e competição envolve uma rivalidade entre indivíduos, em que um tenta superar outro (Tauer e Harackiewicz, 2004). Palavras como colaboração, contribuição, apoio, contributo, participação, solidariedade relacionam-se com cooperação e palavras com oposição, rivalidade e concorrência estão associadas com competição.

A cooperação, no seu limite, pode levar o individuo ou equipa a não evoluir, ou a ficar sem motivação, podendo não incentivar a criatividade e a inovação, pois o grupo de indivíduos foca-se na constante procura de consenso. Por sua vez, no seu máximo, a competição poderá desgastar um individuo e afastar os elementos da equipa, promover a exclusão e desfocar o objetivo comum. Poderá ainda conduzir a níveis de stress elevados, com consequências para a saúde física e mental.

Uma cooperação competitiva pode ser uma via para não passar para e pelos extremos.

A metodologia pedagógica de ensino do IPAM assenta neste caminho de cooperação competitiva, ou seja, através de um objetivo comum, o ensino passa por desenvolver competências entre os estudantes que fomentem cooperação, mas que conjuntamente promovam princípios de competição.

Esta é possível quando a metodologia assenta em desafios intra e inter turmas, sendo que dentro de uma equipa de uma turma se debate as melhores ideias e/ou inovações, e que simultaneamente se desafiam, existe a partilha dentro da turma e entre turmas, logo dando ênfase ao intra e inter equipas e turmas. A mesma lógica se aplica em situações empresariais, desenvolvendo-se, desta forma, cooperação e competição em e dentro de várias equipas de trabalho e entre departamentos.

No entanto, uma cooperação competitiva só é possível de implementar caso exista um objetivo comum, claro e consiso e que seja entendido por todos os elementos.

Por fim, a cooperação competitiva assenta num conjunto de competências que são desenvolvidas e ampliadas pelos estudantes do IPAM na metodologia pedagógica que é aplicada e preconizada.

Marta Bicho | Diretora IPAM Lisboa

IPAM Lisboa: Estr. da Correia 53. 1500-210 Lisboa

+351 210 309 930

IPAM Porto: Rua Manuel Pinto de Azevedo, 748. 4100-320 Porto

+351 229 398 089

© 2023 IPAM. Todos os direitos reservados