Impacto da final da Champions na economia deve ser menor que em 2014

Daniel Sá, diretor executivo do IPAM, considera que provavelmente "acabou de nos sair a campanha mais barata e eficaz para mostrar ao mundo que há confiança em vir para Portugal"
  • Início
  • Blog
  • Impacto da final da Champions na economia deve ser menor que em 2014
Impacto da final da Champions na economia deve ser menor que em 2014
18 junho 2020
Daniel Sá, diretor executivo do IPAM, considera que provavelmente "acabou de nos sair a campanha mais barata e eficaz para mostrar ao mundo que há confiança em vir para Portugal"

Daniel Sá, diretor executivo do IPAM, considera que provavelmente "acabou de nos sair a campanha mais barata e eficaz para mostrar ao mundo que há confiança em vir para Portugal". Considera que “O impacto é poderosíssimo porque começamos a rentabilizar hoje a decisão do ponto de vista da confiança. Valiosíssimo num país no qual o Turismo vale 6% do PIB nacional“

blog_champions_daniel-sa

O mesmo responsável defende «Se Portugal comprasse e construísse uma campanha para chegar a 800 milhões de espetadores ia ser um problema para as Finanças portuguesas pois alargaria o défice. Com uma diferença, com um anúncio seriamos nós próprios a dizer “somos seguros e venham”. Neste caso é um evento por nós que faz isto.» 

A final da Champions, há seis anos, rendeu a Lisboa mais de 50 milhões de euros. Desta vez o impacto imediato na economia deve ser menor, até porque a presença de público é ainda uma incógnita.

Mas uma coisa é certa: os sete jogos vão funcionar como uma importante campanha publicitária para revitalizar o turismo nacional.

Resumo do artigo da Sic Noticias online_. O artigo completo encontra-se disponível para leitura aqui_

Daniel Sá_
Diretor Executivo do IPAM_

Share
Whatsapp
Contacta-nos

IPAM Lisboa: Estr. da Correia 53. 1500-210 Lisboa

+351 210 309 930

IPAM Porto: Rua Manuel Pinto de Azevedo, 748. 4100-320 Porto

+351 229 398 089

© 2023 IPAM. Todos os direitos reservados